Segredos da Anitha

março 10, 2009

Ansiedade

Espera... a espera
Contando os segundos
Que asas não tem

Dias que se arrastam
Com bolas de ferro presas aos pés

Espera... a espera
Coração em descompasso
Bomba-relógio a explodir

Inquietudes da alma
Na ânsia do porvir

Espera... a espera
Como a sede que surge a primeira gota
E seu aumento com o trasnbordar do copo

Assoprar os ponteiros do relógio
Acelerar o destino

Espera... a espera
Por momentos que não durarão
Num piscar de olhos, entre o breu e o clarão

Enquanto isso, mil fantasias
A espera do grande dia!





posted by Anitha at 11:41:00 AM

3 Comments:

Sou ansioso pracaralho! Quando estou em crise, meus dias passam arrastados pracaralho! Enfim, um texto exato!
Ah! Quanto ao seu comentário no meu blog: com certeza, os bonzinhos sempre se fodem. HEHEHE

11 de março de 2009 11:34  

Ansiedade me corrói, a espera me dá a inquietação. Gostei do texto, de verdade.

11 de março de 2009 16:00  

É, eu mudei a cor, acho que ficou melhor, obrigada pelo conselho Anitha!

12 de março de 2009 12:00  

Postar um comentário

<< Home