Segredos da Anitha

junho 19, 2010

Dezessete

O mais velho, o mais forte - O Montanha!
Andar inconfundível
Camiseta com as mangas dobradas
As mãos que se encontravam dentro de um único bolso
O resto do iogurte compartilhado no recreio
As pintas que jamais seriam vistas
Os bate papos e as brigas, afinidades e diferenças
O 1º encontro mais do que como amigos:
-Quer ser feliz comigo? O beijo, o tremor
Aroma de laranja no ar
A escola já não era a mesma, nem a adolescência
As aulas de matemática
A descoberta do sexo
O soutien amarelo pendurado na janela
Os estudos e os concursos
O trabalho e o começo da Era Distância
Ciumes e discussões
Luas de Mel na Cidade Maravilhosa
Saudades e telefonemas
Às vezes infinito, outras de uma fragilidade sem igual
A Terra da Garoa e a espera pelo fim de semana
O desejo de acabar com essa angustia
Pressão psicológica
Enfim nosso lar: Edifício Santo Antonio
A cidade grande era nossa agora
Dificuldades
E o preço a ser pago foi demasiado
Seu esforço e a volta pro que realmente é nosso
Nossos bichos, nossos filhos
Nossas vidas, nosso amor
E o tempo passa depressa:
- Lembra quando eu tinha treze e você dezesseis?
Hoje tenho trinta e você trinta e três!
posted by Anitha at 8:55:00 AM

4 Comments:

O tempo passa como as brisas de primavera, se renovando e inovando e para nós, fica a saudade...

21 de junho de 2010 00:14  

tempo implacável, amigaaaa...
p.s. ainda num descobri todos os segredos, mas um dia eu chego lá, kem sabe, num custa sonhar, kkkkkkkk

22 de junho de 2010 17:29  

que bom ver vc por lá.
qto mais o tempo passa,é qto menos de tempo fica.
Que se aproveite o intervalo.
Maurizio

24 de junho de 2010 14:24  

Tem um selo pra vocÊ la no meu blog
beeijo

25 de junho de 2010 21:00  

Postar um comentário

<< Home